Workshop de bioconstrução e tratamento de resíduos – Banheiro seco e tratamento simples de águas cinzas

O IDDS Amazon 2016 traz a Boa Vista do Acará um Workshop teórico-prático de bioconstrução e tratamento de resíduos. A proposta, nos 3 dias de atividades, é construir estruturas para que o manejo responsável e adequado dos resíduos que serão gerados durante o encontro, que acontecerá entre 4 e 17 de julho e receberá em torno de 70 participantes de várias partes do Brasil e do mundo!

O banheiro seco (ou banheiro compostável) é uma técnica de tratamento de resíduos que permite a decomposição de nossas fezes sem a utilização de água. Nele, as fezes são armazenadas num reservatório adequado e, posteriormente, passam por um processo de decomposição controlado que gerará um composto orgânico de alta qualidade, o qual pode ser usado, por exemplo, na adubação de espécies arbóreas. Apesar da repulsa que essa técnica pode gerar num primeiro momento, os banheiros secos não emitem cheiros desagradáveis e não atraem animais quando bem manejado. Além disso, a economia de água de gigantesca (a cada descarga, usamos 15 litros de água) e ele permite que diminuamos a carga de materiais que é depositada em fossas sem tratamento.

Além dele, propomos a construção de um sistema simples de tratamento de águas cinzas (aquelas que saem das pias da cozinha e banheiro, máquina de lavar e banho) com a construção de círculos de bananeira. Essa técnica simples, mas muito eficaz, utiliza as características dessa planta (e de outras também, como a taioba e o inhame) para absorver esse excedente de água pouco suja, além de produzir composto orgânico e frutas no futuro.

Todas as construções utilizarão recursos e conhecimento local. O banheiro seco, por exemplo, será uma combinação de construções elevadas em madeira (muito comuns nas regiões ribeirinhas) com paredes de pau-a-pique, similares àquelas utilizadas no tacho de produção da farinha, bastante presente nos retiros, feitas à base de terra, madeira e bambu.

O cronograma proposta é o seguinte:

9/6 (Quinta-feira)
Manhã: Chegada dos/as participantes e Introdução teórica e planejamento coletivo das instalações
Tarde: Construção do banheiro seco (montagem das armações de bambu e madeiramento estrutural) e círculos de bananeiras (tomada de mudas e abertura dos buracos).
10/6 (Sexta-feira)
Manhã e tarde: Construção do banheiro seco (barreamento das paredes e construção dos assentos) e círculos de bananeiras (plantio das mudas e disposição da matéria orgânica no centro do círculo).
11/6 (Sábado)
Manhã: Construção do banheiro seco (reboco e pintura das paredes) e círculos de bananeiras (instalação de encanamentos e cobertura do solo).
Tarde: Últimos retoques, encerramento e banho de Igarapé (também muito possível nos horários de almoço e após o término das atividades nos dias anteriores).
O Workshop é aberto a todos que queiram participar! Queremos que a questão financeira não seja um impeditivo para sua participação. Temos alguns custos operacionais relativos à alimentação e acomodação (em redes ou barracas), fornecidos pela APOBV e, por isso, sugerimos que cada pessoa escolha um dos três valores de acordo com suas possibilidades financeiras (Caso você não tenha condições de arcar com esse valor, não deixe de nos procurar para viabilizarmos sua vinda):

– Valor social: R$50
– Valor real: R$120
– Valor fraterno: R$200

O curso será ministrado pelo biólogo, educador ambiental e permacultor André Santachiara Fossaluza, de Botucatu, interior de São Paulo. André tem trabalhado nessas áreas há 8 anos e é membro do Grupo Curare de Permacultura. Parte do seu trabalho em bioconstrução pode ser visualizado no endereço https://goo.gl/photos/z3mfLUJXnkVVtc5y6, que possui um registro de um banheiro seco em construção na Casa Diart’s, centro que trabalha com a recuperação de pessoas em situação de dependência química.

Além dele, estarão presentes outras pessoas da equipe organizadora do IDDS Amazon: Débora Leal, Michael Schuster e Max Krüger.